QUAL O IMPACTO DE UMA DECORAÇÃO À PROVA DE CRIANÇAS AO ESTILO DA SUA CASA?

 

Muitas vezes vemos avós que têm uma casa lindamente decorada, pois há tempos não convivem com crianças, entrarem num grande conflito em como recebê-las e ainda sim manter suas casas lindas. Ou também, sabe aquele casal de amigos que sempre teve a casa super charmosa e depois que os filhos surgem e você vai visitar parece que entrou numa brinquedoteca capenga, ou numa verdadeira bagunça? Então, isso é tudo que não queremos, apesar de querermos as crianças e a casa linda.cute-toddlers-playing-indoors

Perguntamos aos nossos profissionais como manter bela a decoração quando surgem as crianças. Pois além da estética, sempre existem preocupações quanto à segurança delas e a conservação de mobiliário e objetos, não é mesmo?

O impacto da chegada dos rebentos, normalmente, é mais agressivo quando falamos de ambientes sofisticados e formais, mas vamos pensar que quem têm este tipo de ambiente com certeza deverá ter alguma sala dedicada para o convívio da família que certamente será favorável às crianças, se não tiver, prepare-se para criar um, pois não existe mágica. O que nos leva ao parágrafo abaixo.

Ou seja, na verdade, o impacto não é grande se você considerar ambientes mais confortáveis e funcionais, onde pode-se relaxar e colocar os pés para cima. Porém temos alguns bons pontos a serem considerados, vamos lá?

COMO MONTAR UMA CASA À PROVA DE CRIANÇAS?

  • Ambientes integrados sempre favorecem o convívio da família e possibilitam aos pais executarem suas tarefas sempre observando seus filhos. Ambientes como salas conjugadas, cozinha aberta para a sala, varanda integrada à sala, etc. Nestes casos, o que se deve observar, além dos acabamentos e materiais aplicados, se são duráveis, laváveis, à prova de sujeira, é a questão da segurança, principalmente em se tratando de cozinha. Os grandes vilões são o forno e o fogão. Vale muito optar por alguma barreira, principalmente nos três primeiros anos da criança. Não se trata apenas de não alcançar os cabos de panelas das quais elas poderiam puxar para baixo na curiosidade de ver o que há dentro, mas também a temperatura do forno. A criança pode querer se apoiar no vidro quente para se levantar, aí já viu. Cozinha não é ambiente amigável para crianças, por tanto, além de todas as medidas de proteção, ter uma barreira para o acesso é providencial!
  • Varandas e terraços (com tela de proteção) são totalmente favoráveis para crianças. Prefira incluir mesas e cadeiras pequenas para convidá-las a desenhar e pintar na área externa. Quem tem quintal, sempre que possível, disponibilize brinquedos grandes e jogos para que elas se entretenham lá fora. Bolas, camas-elásticas, pula-pulas, bicicletas, patinetes, corda, tudo que possa atraí-las para este espaço, além de ser de grande ajuda para manter a casa em ordem, é mais saudável, esta exposição externa.
  • Uma peça que acho essencial para toda sala que acomoda brinquedos é o cesto. Tenha sempre em um canto, um grande cesto com os brinquedos mais utilizados, para que elas já saibam que de lá saem, e para lá devem voltar! Também algum baú, ou gavetão fazem este papel. Pois, se forem ainda muito pequenas para guardarem os brinquedos, em dois minutinhos você consegue deixar a sua sala em ordem novamente.
  • Outra solução bem divertida, é reservar uma parede de algum corredor, ou ambiente, que não seja o quarto, para a arte das crianças. Você poderá pintar com tinta verde, ou revestir com laminado branco brilhante, e criar ali uma grande lousa (de giz ou caneta hidrográfica, respectivamente) para estimular o desenho ou a escrita. As crianças adoram, e já se educam que desenhar na parede é somente lá.

VOCÊ TEM UM SOFÁ LINDO E BRANCO E ESTÁ EM PÂNICO?

Este sempre é um tópico de muito conflito. Criança, e não falo de bebês, sempre entendem muito cedo que a mãe tem verdadeiro pavor de ver o sofá branco sujo, mas daí a contribuir para mantê-lo limpo é uma longa jornada. Portanto, não se preocupe tanto, tenha boas capas ou mantas laváveis para cobri-lo, assim sujou, lavou e minimiza muito os danos ao estofado. Sem contar, que se for fazer um jantar de adultos, sempre poderá remover a capa e mostra-lo lindo como sempre foi.

AQUI CRIANÇA NÃO ENTRA!

Espaços que contenham muitos cristais delicados, sedas, linhos, obras de arte ou mobiliário de design mais sofisticado, dificilmente se adaptam à crianças, tanto pela conservação como pela segurança, portanto, cabe desde cedo aos pais ensinarem aos filhos que lá não é local para eles brincarem, e claro, não sem antes proporcionar um ambiente bem pensado para o uso da família e amigos!

COMO TER UM AMBIENTE LINDAMENTE EQUILIBRADO PARA O USO DA FAMÍLIA?

  • Primeiramente certifique-se que todos os tecidos são laváveis. Graças a tecnologia, hoje podemos encontrar tecidos maravilhosos e laváveis a um custo ótimo.
  • Tenha peças curingas, como pufes que podem servir de mesinhas, tapetes fáceis de tirar e colocar, até mesmo aqueles EVAs em forma de quebra-cabeça (que são facílimos de guardar), baús ou cestos grandes com um design bacana, papéis de parede ou tintas, apenas laváveis. E sempre, uma boa circulação e espaço para brincadeiras no chão. Se tiver uma estante, opte por caixas para guardar os brinquedos por tipo, exemplo: caixa com bloquinhos de montar, caixa com carrinhos, caixa com bonecas, etc, assim fica fácil manter a organização.
  • Mantenha a TV em uma altura, e fixada de forma que a criança não consiga acessar ou puxar, também resguardar uma boa distância para assistir desenhos e jogar videogames contribui para a saúde dos rebentos.

Um espaço para a família deve sempre favorecer a brincadeira e convívio de todos, afinal de contas é ali que você poderá estar criando as boas memórias e valores dos seus pequenos para a vida toda. Pense nisso!

 

Precisa de ajuda para decorar o seu ambiente? Acesse: www.archie.com.br .